Postagens populares

  • Postado por: Gabriela Oliveira 13 de abril de 2014

    Classificação: 5 estrelas
    Título original: The Shining
    Editora: Objetiva
    Autor: Stephen King
    Nº de páginas: 264
    Tradução: Betty Ramos Albuquerque
    Lançamento: 2001






    Essa resenha não contém spoilers.

    Peço desculpas se houver algum problema com o texto abaixo, pois escrevi assim que terminei de ler o livro e acabei apenas jogando coisas que me vieram a cabeça.

    Sinopse      

    Danny Torrance não é um menino comum. Danny é capaz de ouvir pensamentos e transportar-se no tempo. Danny é iluminado. Será uma maldição ou uma bênção? A resposta pode estar guardada na imponência assustadora do hotel Overlook.
    Em O iluminado, quando Jack Torrance consegue o emprego de zelador no velho hotel, todos os problemas da família parecem estar solucionados. Não mais o desemprego e as noites de bebedeiras. Não mais o sofrimento da esposa, Wendy. Tranquilidade e ar puro para o pequeno Danny livrar-se das convulsões que assustam a família.
    Só que o Overlook não é um hotel comum. O tempo esqueceu-se de enterrar velhos ódios e de cicatrizar antigas feridas, e espíritos malignos ainda residem nos corredores. O hotel é uma chaga aberta de ressentimento e desejo de vingança. É uma sentença de morte. E somente os poderes de Danny podem fazer frente à disseminação do mal.


    O que achei      

    Esse foi o meu primeiro contato com o autor. Com certeza demorei para ler algo dele eu sei. São tantos e tantos títulos. É claro que já pensei em iniciar com esse livro. Mas eu não achava que realmente iria começar por ele. E acabou sendo.

    Em o Iluminado, acompanhamos a história da família de 3 pessoas, Jack Torrance, o pai, Wendy, a mãe, e Danny, o filho do casal. Uma família cheia de altos e baixos. 
    Jack não teve uma infância tão boa assim. Seu pai teve problemas sérios com alcoolismo e trazia isso para dentro de casa. Jack cresceu com a lembrança de um pai completamente descontrolado e que além de maltratar os filhos, também maltratava a esposa (mãe de Jack).
    Wendy não tem um bom relacionamento com a mãe e tem a batalha que é enfrentar as "quedas" que Jack enfrenta com a bebida.
    E Danny, bom, ele é especial. Um garoto encantador de apenas 5 anos, e que tem dons que já deixaram seus pais de coração na mão. Danny pode ler pensamentos. Ele consegue ter visões do futuro. Consegue enxergar fatos que já aconteceram mesmo não tendo ligação com ele, e mesmo tendo acontecido há um tempo que ele nem "pensava" em nascer. Tem um "amigo imaginário" chamado Tony, que mais tarde descobrimos o que ou quem exatamente ele é.

    Jack também tem problemas com bebida. Uma estranha semelhança com o pai. Ele é um verdadeiro alcoólatra. Passava longas noitadas de bebedeira ao lado do amigo Al Shockley

    Depois de um incidente que acabou levando a demissão de Jack do colégio em que dava aulas de inglês, Al, que é dono de grande fortuna, oferece um emprego ao amigo, no hotel Overlook. Al tem um percentual considerável de ações no Overlook e pede para o gerente Sr. Ullman admiti-lo. Logo no início do livro percebemos o quão egocêntrico Ullman é.

    Jack então passa a ser o zelador do hotel convencido de que a bebida ficou para trás, durante a temporada de inverno na qual ninguém tem acesso ao mesmo. Serão só ele, a esposa e o filho. 
    Coisas tenebrosas cercam aquele hotel. E no decorrer da história, percebemos o quão a história de cerca de 70 a 80 anos de existência do Overlook é cruel e arrasadora. Sombria, agonizante. 

    Conhecemos um personagem que eu achei sensacional, simplesmente amei esse personagem, que é o cozinheiro Chef do hotel, o Dick Hallorran. Ao chegarem no hotel, Danny e ele têm uma breve conversa (inclusive uma conversa somente através da mente) e Dick além de ser também Iluminado, percebe imediatamente o quão Iluminado o garotinho é.

    A escrita do King é completamente fascinante. Texto simples e rebuscado ao mesmo tempo, narrativa fluida. Muitos dizem que ele tem um problema com descrições excessivas, mas nesse livro, achei tudo bastante válido. Li o livro super rápido e confesso veemente que senti medo, muito medo em diversas passagens.

    Eu tinha expectativas altíssimas quanto a esse livro, e não me decepcionei. Entrou para minha lista de favoritos com toda certeza. E quero muito ler mais títulos do "Mestre do Horror" que é considerado por muitos, o King.

    Um livro assombroso, história ao mesmo tempo avassaladora e triste. Cruel, sim. O final, completamente chocante. Eu tinha claro, uma ideia do final, mas não tinha como saber o que exatamente poderia acontecer. Poderia ter sido de várias formas. Mas apesar de triste, o final foi bem construído e não deixou pontas soltas (que era meu medo).

    Sem mais delongas, recomendo muito para quem ainda não conhece o autor, começar por esse grande clássico da literatura de horror. O livro é fascinante, King sabe jogar com o psicológico dos personagens, seus sonhos, pesadelos, pensamentos e distúrbios são todos contados para o leitor às vezes de forma parecida com um jogo de tabuleiro.

    Incrível.


    { 9 comentários... Leia abaixo ou adicione um Comment }

    1. Do Stephen King eu li apenas Carrie, A Estranha, mas com toda certeza vou ler O Iluminado. Ouvi falar muito bem dele e sua resenha me deixou ainda mais curioso.
      Abraços

      estantejovem.blogspot.com.br

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Recomendo muito a leitura desse livro, a história simplesmente não sai da minha cabeça.
        Abraços =)

        Excluir
    2. Olá, já li vários livros do King, o meu preferido é Sob a Redoma. No momento eu estou justamente lendo esse livro, foi uma surpresa abrir o seu blog no link do meu skoob e encontrá-lo. Eu to gostando bastante, embora tenha algumas partes que eu ache chatas... ahaha Enfim,

      Beijos.
      Rafael Augusto.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Rafael!
        Eu tenho que ler mais livros do King, tenho um aqui que possivelmente vai ser o próximo " Hora do Vampiro".
        Que bom que teve essa conexão *O*
        É, o King é descritivo rs
        Beijos!

        Excluir
    3. Esse também foi o primeiro livro do King que li e amei. Já faz um tempão que o li, mas sua resenha me fez ficar com vontade de ler tudo de novo :)

      bjs,
      http://garotasdejales.wordpress.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Oi Ana!
        Que bom que ficou querendo ler de novo!
        Afinal é o King né, xD
        Obrigada pela visita <3

        Excluir
    4. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo
      livro....mas vc já leu o livro reverso escrito pelo autor Darlei... se trata de
      um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de
      todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas
      usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais
      mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite
      reverso...a capa do livro é linda, ela traz o universo de fundo.

      www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

      ResponderExcluir
    5. Queria muito ler esse livro e assistir o filme,principalmente por estarem relacionados à minha banda favorita, porém odeio terror e ainda não criei coragem. Parece ser muito bom, de qualquer forma.
      Parabéns pela resenha!

      http://distracoesdiarias.com/

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Dizem que o livro é aterrorizante, e realmente dá medo em algumas partes.
        Que história, sério que mente brilhante do autor *O*
        Além do terror o jogo psicológico é fantástico.
        Vale a pena Nayana.
        Beijos e obrigada!

        Excluir

    Gostou?
    Dê sua opinião!
    Obrigado pela visita ;D

  • Copyright © 2017 - Zutto Kawaii - Todos os direitos reservados

    Zutto Kawaii Powered by Blogger - Designed por Johanes Djogan